SMS Gateway

 

A não confirmação do envio de uma mensagem texto via DMR é um dos factores que leva ao não uso desta função, muitos acabam, após os testes iniciais feitos com alguns amigos, por abandonar ou esquecer o uso desta função.

O colega Jens – DO1JG disponibilizou uma ferramenta externa que permite a entrega mesmo a quem tenha o rádio desligado, o mesmo será feito após a rede saber que o utilizador está activo.

 

  • Nos equipamentos chineses isto só acontece após a primeira conversação do utilizador na rede, esta minha conclusão estava errada, o facto de “comparecer na rede” não substitui o registo do equipamento, quem tenha este tipo de equipamentos terá sempre que consultar a rede ou melhor fazer um pedido de receção dos possíveis SMS’s que tenha para si.
  • Só os equipamentos, chamados profissionais, tem a possibilidade de informar a rede de quando são ligados sem que o utilizador tenha que se anunciar na rede, no caso dos Motorola é o ARS, no caso da Hytera é o RRS, ambos executam a função de registo na rede do equipamento.

 

Como funciona

 

Iniciamos testando se a gateway nos recebe, para isso vamos enviar uma mensagem com o seguinte teor;

ECHO para o número privado 262995, se tudo correu bem iremos receber de retorno o seguinte;

 

“Hi <nome visivel>, SMS was received by the System”

 


 

Está então confirmado que o sistema nos reconheceu e podemos então fazer o envio para um qualquer colega, para que a outra parte possa receber mensagens terá que ter o equipamento devidamente configurado na página Selfcare do BrandMeister.

 

O envio de um SMS

 

Existe uma ligeira alteração ao que era feito tradicionalmente, antes escrevíamos a nossa mensagem e para o envio digitávamos o ID do utilizador que queríamos contactar, este novo sistema difere do anterior pelo facto de na mensagem ir o indicativo, não o ID, seguido do texto, exemplo:

 

CT2XXX quando leres isto liga me para o 930990555

 

Acabando o texto faremos o enviar para: 262995 (como privado não como grupo) e pronto mensagem enviada

 

Receção dos SMS’s

 

Quando ligamos o nosso rádio iremos receber notificação de quantas mensagens temos, devemos de usar o comando GET para as ir buscar todas e de seguida fazer o envio de apagar as que estão na caixa, evitando assim que numa próxima receção recebamos as mesmas mensagens já recebidas anteriormente, para isso devemos após a receção de todas enviar o comando DEL para apagar todas as mensagens na gateway.

 

Funções relativas

 

Existem funcionalidades acrescidas que permitem verificarmos se temos mensagens, ler as que possamos ter, ou eliminar as existentes, para isso enviamos texto especifico para a função em causa.

 

INBOX ou IN ou LIST – Permite ter uma breve mostra das mensagens que possam existir.

ALL ou GET – Permite recebermos todas as mensagens que estejam na gateway.

DELETE ou DEL – Apaga todas as mensagens presentes na gateway.

 

ATENÇÃO: Os comandos são executados em maiúsculas e o texto a enviar em minúsculas.

 

Guardar como mensagens pré-definidas estes comandos será uma mais valia, assim só teremos que selecionar mensagens pré gravadas e fazer o envio para o 262995.

 

 

DSTAR – XLX268

 

 

A rede DSTAR nacional está a passar por um processo de alterações. Nessas alterações, tirando que o novo sistema tem o MCC de Portugal, ou seja passa a ser reconhecido como XLX268, há a novidade de haver mais módulos em DSTAR com ligação a outras redes.

 

Tínhamos desde o início do DMR a ligação entre o módulo V do DCS012 e o TG 268912, no novo sistema iremos ter mais as seguintes ligações:

– XLX268 módulo C — ligação ao Fusion PT e à rede DMR através do TG 268913
– XLX268 módulo D — ligação à rede DMR ao TG 268 (Nacional)
XLX268 módulo E — ligação à rede DMR ao TG 268912 (DSTAR), esta era a ligação existente no DCS012 e que já foi movida para o XLX268
– XLX268 módulo F — ligação à rede DMR ao TG 915 (Língua Portuguesa – NetCT)

 

NOTA: Só estes módulos (CDEF) passam pelo sistema de transcoding entre os modos DSTAR <-> DMR/FUSION, nos restantes módulos só são escutados os colegas que estiverem no mesmo modo.

 

Um pouco sobre reflectores XLX.

§

 

O XLX é um reflector multi protocolo que permite ligações DCS, XRF ou REF do DSTAR para qualquer dos módulos presentes no XLX268, que como no DCS012 são 26.

Assim poderão ligar-se ao TG “Nacional” (268) DMR bastando para tal que liguem o vosso hotspot/repetidor ao XLX268 letra “D”, o protocolo empregue na ligação é convosco, pode ser como XRF268, DCS268 ou ainda REF268.
Nos equipamentos com pi-star como software terá que o ter atualizado ao dia! e a ligação é tão fácil como ao DCS012 ou outro qualquer, nos sistemas que utilizem a compilação de raiz do G4KLX, se acaso necessitarem contactem-nos para o envio dos ficheiros necessários, os ficheiros estarão disponíveis no grupo Dstar Portugal, o mesmo acontece aos colegas com DVRPTR + Control Panel Software ou DV4mini e respectivo software.

Para quem pretenda fazer a alteração ela é simples. No caso da utilização dos aplicativos G4KLX, localizar os seguintes ficheiros:

DCS_Hosts.txt, Dextra_Hosts.txt e DPlus_Hosts.txt e adicionar um linha com a seguinte informação;
• – no caso do DCS_Hosts –     “DCS268 xlx268.from-ct.com
• – no caso do Dextra_Hosts –  “XRF268 xlx268.from-ct.com
• – no caso do DPlus_Hosts –   “REF268 xlx268.from-ct.com

Em qualquer dos casos solicite-nos os ficheiros e a forma de proceder, em caso de alguma dúvida.

Agradecemos qualquer relatório, seja ele abonatório ou sobre algo encontrado.

 

 


 

O uso de ID no DMR

 

Quando o DMR fez sua estreia no mundo dos radioamadores teve que se encontrar o como converter os seus indicativos na rede numérica para poder programar rádios DMR e para uso das redes em si. Foi decidido usar 7 dígitos para identificar operadores de rádio e para configurar um banco de dados on-line público que forneça a correspondência entre o identificador e o indicativo de rádio amador.

Foi ainda decidido que os primeiros 3 dígitos do identificador seguiriam a numeração do MCC (https://en.wikipedia.org/wiki/International_mobile_subscriber_identity) conforme definido na Recomendação E.212 da ITU-T. Os primeiros 3 dígitos do ID usados no seu rádio DMR estão  portanto a identificar a sua origem geográfica:

1 – redes de teste
2 – Europa
3 – América do Norte e Caribe
4 – Ásia e Oriente Médio
5 – Oceania
6 – África
7 – América do Sul e Central
9 – Mundial

O BrandMeister é baseado em padrões abertos, que é um aspecto crítico da rede, pois está aberto a desenvolvimento de terceiros. Portanto, é essencial permanecer consistente e seguir os padrões.

Observamos alguns utilizadores operando na rede BrandMeister com ID’s começando com 1. Esses números não seguem o padrão de numeração da MCC e causam problemas e confusão em sistemas de terceiros com recursos específicos da região.

Embora tenhamos deixado que esses ID’s operassem a rede BrandMeister por um tempo, teremos que restringir sua utilização a partir do dia 1º de Maio de 2018.

Se estiver a usar um ID de DMR que não segue o padrão de numeração da MCC (por exemplo, começando por 1) e quiser usar a rede DMR da BrandMeister, solicite um ID correto antes deste prazo.

 


 

 

 

Artigo original:

 

«…https://news.brandmeister.network/using-correctly-formatted-user-mcc-id-on-brandmeister/…»

API no BrandMeister

 

O BrandMeister conta agora com uma API (chave de utilizador) que permite um acesso mais rápido ao portal do utilizador e permite que o pi-star através do Painel de Controlo e com essa chave possa introduzir/remover TG’s estáticos nos repetidores/hotspots usando somente o Painel da aplicação. A versão de Pi-Star a usar é a 3.4.11.

 

BrandMeister API

Não consigo enviar SMS’s…!!!

 

 

Na rede DMR operam diversos fabricantes de equipamentos, embora o DMR tenha um standard nem todos o aplicam da mesma forma.

Um equipamento Motorola não trata a informação de “data” em conjunto com a informação de “stream de voz”, os equipamentos Chineses, usam para GPS uma informação distinta dos equipamentos Hytera, e outras diferenças.

De maneira a que todos se possam entender na rede BrandMeister a mesma dispõe de ferramentas que permitem “traduzir” e adaptar o que cada um fala, para isso tem que saber o que cada utilizador, através do ID empregue, usa. Na página https://brandmeister.network/index.php?page=login&returnurl=%2Findex.php%3Fpage%3Dselfcare poderão ter acesso a diversos parâmetros, como sejam, a configuração do vosso rádio perante a rede, se tiverem GPS qual o símbolo e o SSID a usar, se tiverem um equipamento Hytera e quiserem só enviar a vossa posição quando falam, o texto a usar no TA (Talker Alias) -> algo que dará mais informação que um simples indicativo e ID, bem como modos de proteção de conta, nos quadros seguintes tentarei mostrar o seu significado e o que lá colocar.

Ao acederem à página tem a opção de entrar com um registo já previamente feito ou de efectuar um registo, se por acaso nunca o fizeram, o processo é simples, irão receber um e-mail de confirmação de que o vosso e-mail é o que informaram, deverão validar esse link, ele irá confirmar que foram vocês que requisitaram essa conta. Mais tarde receberão uma informação da aceitação da conta, a partir dessa altura poderão então entrar e validar os dados como apresentados abaixo.

 

 

Acedendo ao link: https://brandmeister.network/index.php?page=login&returnurl=%2Findex.php%3Fpage%3Dselfcare temos a página que já muitos conhecem, mas que alguns ainda desconhecem a possibilidade de mudar a língua, veja como mudar para a nossa:

 

 

mudar a lingua

 

 

Primeiro passo atingido vamos, e após a receção da validação da nossa conta, entrar então:

 

quadro de entrada

 

Podem, se o quiserem fazer, alterar já os dados a fornecer para o TA. Se o fizerem a informação passada para a rede será a colocada lá, na imagem podem ver onde e como, não ultrapassem os 13 caracteres (espaços incluídos). Na imagem abaixo podem ver a diferença entre quem já o fez e quem não:

 

TA

O primeiro não tem o TA configurado, sendo portanto o original, o segundo já o fez e é essa a informação transmitida pela rede.

Neste quadro iremos escolher o equipamento que usamos:

 

escolha do radio

 

Isto é o necessário para que o seu equipamento envie e receba SMS, vamos agora ver a informação de GPS, se acaso o seu rádio tiver GPS e se usar o contacto privado 268999, deve aqui escolher qual o SSID a atribuir se usar o desenvolvido em Portugal (http://dmr-portugal.org/?p=1000), pode evitar este passo.

Iniciamos pela escolha do temporizador de envio automático do sinal de GPS.

 

escolha tempos Gps

E de seguida qual o SSID a atribuir ao nosso indicativo:

 

escolha ssids Gps

 

 

Existem ainda outras funcionalidades nesta página, o In Call GPS, só aplicável a quem tenha equipamentos Hytera firm.V8 e que não queira que o mesmo temporariamente envie a informação de GPS. Esta função só é executada sempre que o utilizador pressiona o PTT.

 

 

O Hotspot Security, que permite alterarmos a password com que o nosso hotspot se vai registar na rede, protegendo assim contra que outros possam usar o nosso ID.

 

 

Hotspot

 

A utilização é simples, ao habilitarmos irá aparecer uma caixa onde colocamos a password que pretendemos, essa será a mesma que vamos colocar no nosso hotspot.

 

password

Existe a mesma funcionalidade para o ID do radio, só permitindo que o utilizador use aquele ID, é um processo um pouco mais moroso e fora do intuito deste documento mas que irá em breve ser desenvolvido noutro tendo como base só esta possibilidade. Se no entanto estiver interessado entre em contacto com a equipa de suporte.

 

air

 

Esperamos que este documento o possa ajudar.

 


 

 

 

Reviews Tytera MD-9600

 

 

Video bastante esclarecedor sobre este equipamento, testes comparativos entre especificações de equipamento comum e este modelo.
Demonstração de uso e configuração.