O DMR em Portugal

Registos DMR, como os decompor.

 

Nos indicativos DMR, os três primeiros dígitos identificam o país. Esta escolha não aconteceu casualmente, os colegas alemães basearam-se em algo já existente e regulamentado, a norma ITU-T E.212 (05/2008  publicada pela ITU, que foi determinante para a alocação dada hoje em dia aos dispositivos DMR.

Os colegas alemães basearam-se na divisão de regiões, apresentada por um qualquer partido politico nacional e, com base nessa divisão e no estabelecido no documento da ITU, a Europa é o 2 e Portugal 68, pelo que temos definido então que no nosso país e ilhas o prefixo é o 268.

 

 

 

Portug43

Divisão Regional

 

2681 – Norte de Portugal, identificado pela cor verde no mapa
2682 – Centro de Portugal, identificado pela cor rosa no mapa
2683 – Lisboa-Setúbal, identificado pela cor amarela no mapa
2684 – Alentejo, identificado pela cor violeta no mapa
2685 – Algarve, identificado pela cor laranja no mapa
2686 – Açores (em quadricula)
2687 – Madeira (em quadricula)

 

 

 

 

 

 

Todos os identificativos DMR são sempre compostos por estes 3 primeiros dígitos. A restante composição tem a seguinte correspondência:

  • Um equipamento de uso comum (repetidor) terá o prefixo do país seguido do da região e depois mais dois algarismos em ordem crescente. Por exemplo o CQ0UCSC (DMR Cascais) tem 268 para país, 3 para a região e 01 por ser o primeiro, dando origem então ao indicativo DMR 268301. Os repetidores só têm 6 caracteres.
  • O mesmo acontece se esse equipamento for de uso privado, como uma estação de amador, nesse caso será 268 para país, 3 para região e 001 para o utilizador. No caso do CT1HDC, será o 2683001.

 


 

 

 

Comments are closed.